Não é egoísmo querer mais alegria?

Jerry: Alguns diriam qe desejar estar sempre alegre é um comportamento muito egoísta, como se o fato de desejar alegria fosse negativo.

Abraham: Somos frequentemente acusados de ensinar o egoísmo e sempre concordamos com a acusação. Porque uma pessoa só pode compreender a vida a partir da sua própria perspectiva. O egoísmo é a consciência do seu eu. É a imagem que você tem de si mesmo. Você pode estar se concentrando em si mesmo ou em outro ser, mas faz isso a partir do seu egoísta ponto de vista vibrátil e tudo o que está sentindo é o seu ponto de atração.
Portanto, se a partir da perspectiva do seu eu você estiver concentrado em algo que lhe traga bem-estar, seu ponto de atração faz com que as coisas que você está chamando – por intermédio da Lei Universal da Atração – o agradem quando chegam.
Mas, se você não é suficiente egoísta para insistir em se concentrar de um modo que o faça se sentir bem, se você se concentra em algo que lhe causa desconforto, então seu ponto de atração fará com que atraia coisas negativas – e você não gostará do que vai chegar.
Se você não for suficientemente egoísta e não se importar com a maneira como se sente, para então direcionar seus pensamentos de uma forma que lhe permita ter uma verdadeira conexão com seu Ser Interior, você não poderá dar nada para os outros.
Todo mundo é egoísta. Não é possível ser de outra maneira.

Do livro “A Lei Universal da Atração”, de Esther e Jerry Hicks

O Processo do Exercício Criativo

Os pensamentos que não produzem em você uma forte emoção não possuem um grande poder magnético. Ou seja, embora todo pensamento tenha potencial de criação, ou de atração magnética, os pensamentos que geram uma emoção forte são mais poderosos. Certamente, a maioria de seus pensamentos não possui um grande poder de atração. Eles mantém de certa forma o que você já atraiu.
Por isso você não percebe a importância de passar 10 ou 15 minutos, todos os dias, produzindo deliberadamente pensamentos poderosos que provoquem uma grande e intensa emoção positiva capaz de atrair para a sua vida circunstâncias e acontecimentos que correspondam aos seus desejos.
Vamos oferecer aqui um processo pelo qual você pode dedicar algum tempo, todos os dias, para deliberadamente atrair saúde, vitalidade, prosperidade, relação positiva com os outros e com todas as coisas que compõem o que você considera a melhor experiência de vida possível para você. Amigos, estejam certos: esta será uma mudança! Porque, além de receber o benefício daquilo que criou, você passará a ter uma nova visão que transformará suas intenções. Isso é evolução e crescimento.

O Processo do Exercício Criativo de Abraham:
Vou lhe ensinar o processo. Você fará um tipo de Exercício Criativo diariamente, durante 15 ou 20 minutos no máximo. É bom fazer esse Exercício num lugar onde você não seja perturbado ou interrompido. Não é uma meditação nem você entrará em um estado de consciência alterado. É um exercício para pensar naquilo que você quer com tal clareza que seu Ser Interior responde oferecendo uma emoção que confirme a sintonia.
Antes de iniciar esse processo, é importante que você esteja se sentindo feliz, pois, se estiver infeliz, seu trabalho não será de grande valor, porque seu poder de atração não estará presente. Quando dizemos “feliz”, não estamos falando de um estado de euforia. Estamos nos referindo àquele tipo de sensação de coração leve e de que tudo está bem. Portanto, recomendamos que você faça o que for necessário para sentir-se feliz antes de começar o Exercício. Cada um de vocês vai conseguir isso a seu modo. Para Esther, ouvir determinadas músicas é uma maneira muito rápida de elevar o espírito e de sentir alegria. Para alguns, é a interação com animais de estimação ou andar na natureza. Qando tiver alcançado essa sensação agradável, sente-se – e então o seu Exercício Criativo terá começado.
A sua função no Exercício é assimilar dados que você vem colhendo em suas experiências de vida. O seu trabalho consiste em reunir os dados em um tipo de imagem de você mesmo que o satisfaça e agrade.
A sua experiência de vida que antecede o Exercício será muito valiosa, porque, enquanto você estiver se movimentando durante o seu dia – indo para o trabalho, executando suas tarefas domésticas, interagindo com seu parceiro, seus amigos, seus filhos ou seus pais -, se fizer isso com a intenção consciente de colher dados e procurar coisas de que goste e que possa levar para seu Exercício, você descobrirá que todo dia há muitos motivos de alegria.
Por exemplo, você talvez veja uma pessoa rindo com muita alegria. Colha esse dado com a intenção de trazê-lo para o seu Exercício mais tarde. Você talvez veja um carro bonito que gostaria de ter, um casal conversando amorosamente, e assim por diante. Colha tudo o que lhe der prazer, anote mentalmente ou mesmo num caderno. Então, ao entrar no Exercício, você poderá começar a assimilar os dados e, enquanto o fizer, estará preparando uma imagem de si mesmo a partir da qual começará a atrair para a sua experiência a essência daquilo que lhe agrada.
Procure tomar consciência de que seu verdadeiro trabalho – não importa quais atividades você esteja executando durante o dia – é procurar coisas que você deseja, com a intenção de trazê-las para o seu Exercício, tendo como objetivo criar uma visão de si mesmo a partir da qual as atrairá.

Estou agora no meu Exercício Criativo:
Agora você se sente feliz e está sentado em algum lugar para praticar seu Exercício. Aqui vai um exemplo do trabalho que você pode fazer durante o Exercício Criativo:
“Gosto de estar aqui; reconheço o valor e o poder deste momento. Sinto-me muito bem por estar aqui.
Estou vendo a imagem que escohi de mim mesmo. Sinto-me cheio de energia nessa imagem, atravessando a vida sem qualquer resistência e esforço. Eu me vejo andando pelas ruas, entrando e saindo de meu carro, de edifícios, de salas, de conversas e de experiências de vida. Eu me vejo circulando com facilidade, tranquilidade e felicidade.
Vejo-me atraindo apenas aqueles que estão em harmonia com minhas intenções. E sinto cada vez mais segurança sobre o que quero. Quando entro no meu carro e me dirijo para algum lugar, eu me vejo chegando com saúde e vigor, pontualmente, e preparado para tudo o que tenho que fazer lá. Vejo-me muito bem vestido, exatamente da maneira que escolhi. E é bom saber que o que os outros estão escolhendo, ou aquilo em que estão pensando, não interfere na minha escolha. Eu me sinto livre para escolher o melhor pra mim. O importante é que estou satisfeito comigo mesmo.
Tomo todas as decisões apenas porque quero viver determinada experiência. Sei que sou um ímã que atrai sempre prosperidade, saúde e relacionamentos felizes escolhidos por mim.
Escolho a abundância absoluta e contínua porque sei que não existem limites para a abundância do Universo. Por isso, quando a atraio para mim, não estou limitando a de outra pessoa. Há bastante para todos. O segredo é cada um de nós vê-la, desejá-la e então atraí-la. Quando penso em algo que desejo, o dinheiro flui para mim com facilidade. Por isso, tenho um suprimento ilimitado de abundãncia e prosperidade.
Vejo-me cercado por pessoas que, assim como eu, desejam o próprio crescimento. Eu as atraio porque me disponho a deixá-las ser, fazer ou ter o que querem, embora isso não signifique que preciso atrair para minha experiência as coisas escolhidas por elas e que eu não desejo. Vejo-me relacionando- me bem com os outros, falando, rindo e valorizando o que eles tem de bom, e também sendo valorizado por eles. Gostamos uns dos outros, e nenhum de nós critica ou censura o que nos desagrada.
Vejo-me em perfeita saúde. Vejo-me em total properidade. Vejo-me revitalizado, usufruindo esta experiência de vida física que eu desejava tanto quando decidi tornar-me um Ser físico. É glorioso estar na Terra como um Ser físico, tomando decisões com meu cérebro físico, mas acessando o poder do Universo usando o poder da Lei da Atração. É bom. É divertido. Gosto muito disso.
Terminarei este Exercício e irei – durante o resto deste dia – buscar mais coisas de que goste. É bom saber que, se eu vir alguém que, apesar de bem-sucedido, esteja doente, não preciso trazer a pessoa inteira para o meu exrecício. Posso trazer apenas a parte bem-sucedida que me agrada e excluir a perta doente. Por enquanto meu trabalho está concluido.

Do livro “A Lei Universal da Atração”, de Esther e Jerry Hicks.