informe…

Comunidade VIP
O segredo da prosperidade

Na onda do sucesso da obra O segredo, de Rhonda Byrne, o brasileiro Aldo Novak e o canadense Bob Proctor explicam como funciona a Lei da Atração, que promete riqueza e prosperidade a quem souber usá-la em sua vida

Luciana Amaral
lcavalcanti@ jornaldacomunida de.com.br
 
Quer ficar rico, ser feliz nos relacionamentos e conquistar o sucesso? E quem não quer? Pois seus problemas acabaram! Pode parecer um anúncio típico das Organizações Tabajara, mas, na realidade, é exatamente isto que os adeptos das idéias preconizadas no best-seller literário e no DVD O segredo prometem. Com uma boa jogada de marketing, a australiana Rhonda Byrne apenas reciclou conceitos antigos sobre fé e pensamento positivo, juntou 24 entusiastas do tema e lançou o filme, que rapidamente fez sucesso mundial. Antes mesmo de chegar aos cinemas brasileiros, a produção virou febre entre os internautas, principalmente os já familiarizados com filmes similares, como Quem somos nós?.
O livro, por sua vez, foi lançado posteriormente e trata-se apenas de uma compilação do DVD, um documentário que tenta, a todo custo, dar uma roupagem científica ao tema, ainda que o resultado seja bastante discutível. Nos Estados Unidos, O segredo tornou-se o maior fenômeno editorial no ramo da auto-ajuda e, no Brasil, a obra já está há 29 semanas entre os mais vendidos, segundo lista publicada pela revista Veja.
Os consumidores podem comprar os produtos em separado ou um kit, contendo o filme e o livro, impresso em capa dura e papel couché. Com uma embalagem atraente, um título chamativo e promessas de dinheiro e felicidade, O segredo só poderia mesmo resultar em sucesso.
Você é o que você pensa
O conferencista e escritor canadense Bob Proctor, um dos principais “mestres” a figurar no filme, admite que O segredo nem é tão secreto assim, pois parte de uma premissa antiga: você é o que você pensa. “Não fui eu quem cunhei o termo, mas concordo com ele, porque, se as pessoas soubessem como utilizá-lo, elas estariam vivendo uma vida muito melhor”, afirma ele, com convicção. “Fomos treinados para viver de fora para dentro. Agimos mais com os nossos sentidos, o que vemos, falamos e ouvimos. Mas temos de aprender a viver de dentro para fora”.
Proctor conta que sua renda anual era de 4 mil dólares, mas havia contraído uma dívida de 6 mil. Inspirado no livro Pense e enriqueça, de Napoleon Hill, o qual tomou contato em 1963, ele passou a pensar positivamente e isto, de certa forma, o ajudou a mudar de vida e a tornar-se independente financeiramente. “Não tenho educação formal, fiz apenas dois anos de faculdade, mas escrevi num cartão que queria ter, em 1970, no ano-novo, 25 mil dólares”, conta. “Na época, era uma mentira, mas vou dizer o que aprendi: se você escrever uma mentira no cartão, mas passar a ler isto várias vezes, você vai começar a acreditar nela. E, se acreditar, vai materializar este fato”. Logo, ele obteve 175 mil dólares de renda anual e, atualmente, ganha mais de um milhão.
PEÇA, ACREDITE E RECEBA
A aplicação da Lei da Atração parte, em resumo, de três premissas: peça, acredite e receba. Segundo Aldo Novak, o verbo “pedir” refere-se a tudo o que a pessoa pensa a todo momento, por isso, é preciso estar atento ao que vem à mente. “Cada pensamento é uma gota no copo de sua vida. Um dia, o líquido transborda e, se forem as gotas certas, ótimo!”, compara. “Imagine que você estudou e batalhou anos a fio para conquistar algo. Em um dado momento, o copo transborda e você chega ao seu objetivo”. Para Novak, portanto, pedir significa pensar e, conseqüentemente, decidir. “Pedir é colocar pequenas roldanas em movimento”, explica. “Decida o que você come, bebe, vê ou pensa. Se as engrenagens erradas estiverem se movimentando, decida mudar”.
O primeiro passo, nesse sentido, pode ser algo pequeno, o que ele denomina de “microdecisão” . Por exemplo: decida que, a partir de hoje, você vai subir 10 degraus diariamente. Algo simples e fácil de implementar. No primeiro dia, nem faz muita diferença, mas, em um ano, você terá subido 7.300 degraus. Em outras palavras, “pequenas diferenças, grandes conseqüências” . Pense em outras microdecisões e implemente-as em sua vida, paulatinamente. Os resultados certamente virão.
O segundo passo é acreditar, que, para Novak, significa “sentir”. Ou seja, a crença deve estar vinculada a alguma emoção. Ele sugere ancorar a meta a ser atingida a uma música ou outro artifício que mexa com o seu lado emocional.
O último passo é receber, ou melhor, “agir”, na concepção de Aldo Novak. Numa palestra proferida em Brasília, na terça 20, ele perguntou à platéia: “quem quer um livro na faixa de R$ 100?”. Vários levantaram as mãos, em concordância. Então, mostrou uma lâmpada, dessas que lembram a fábula de Aladim, e pediu que todos fizessem o pedido não a ele, mas ao “gênio”. Novak, então, arrematou: “seu pedido é uma ordem”. Ele apalpou os bolsos, o paletó e, finalmente, apresentou uma nota de R$ 100.
Eis que apenas um jovem da platéia tomou a iniciativa, subiu no palco e pegou o dinheiro. Moral da história: “vá em busca do que você quer”. “Os seus pedidos normalmente costumam vir disfarçados, como nesse caso, em que mostrei uma nota de R$ 100, ao invés do livro”, explica. “Nunca diga ‘não posso’ ou ‘não vou’. Você é o Universo. Quando pede algo a este Universo, está pedindo a você mesmo. Somos parte do Todo. Sempre enxergamos aquilo que procuramos”.
Utilize os princípios da Lei da Atração
Mágica? Na realidade, é sabido que a atitude positiva, por si só, é uma motivadora da ação. Mas sem agir, nada feito. Bob conta que aprendeu a acumular fortuna, e que tal feito exige poder. Este, por sua vez, é adquirido com conhecimento especializado, direcionado de maneira inteligente.
“Mas este conhecimento não precisa necessariamente estar nas mãos da pessoa que vai acumular a riqueza”. Como não? “Em Phoenix, no Arizona (EUA), em meu escritório, há advogados e contadores das principais empresas de contabilidade estudando sistemas e formas de ganhar e gerir dinheiro. Eu os contrato. Não preciso saber aquilo. Assim, economizei anos de esforço e longos estudos. Eles me mostram como fazer”, complementa.
Segundo ele, o ser humano é dotado de um potencial infinito, para ter, ser ou fazer o que quiser. “Podemos escolher o que queremos para nós. Ninguém lhe tira este poder, a não ser que você deixe”, filosofa.
O conferencista e consultor de empresas Aldo Novak, porta-voz do filme e do livro O segredo no Brasil, diz que quando começou a aplicar os conceitos da Lei da Atração em sua vida, muitas coisas que ele considerava impossíveis tornaram-se possibilidades viáveis e até de fácil alcance. “Até hoje me impressiono com os resultados”, confessa. “Tudo o que você acha ser impossível, na realidade, é um conflito interno, gerado por você mesmo. Esses conflitos impedem você de ir para a frente. O importante é acabar com o conflito e decidir partir para ação. Pode ser que não dê certo na primeira vez, mas é preciso ir atrás dos seus sonhos”.
Novak aplica e ensina os princípios da Lei da Atração há cerca de oito anos e aprendeu tudo com o próprio Bob Proctor. “Ajudo meus clientes a resolverem problemas utilizando exatamente esta fórmula”, diz. Novak conta que, aos 16 anos, trabalhava como arquivista e ganhava muito pouco. Para ele, na época, seria impossível viajar para os Estados Unidos, como ele sonhara, pois não havia dinheiro sequer para um ônibus. “Um ano depois, não só viajei, como também liderei um grupo nos EUA. Quando comecei a agir em direção a este objetivo, as coisas começaram a acontecer”, revela.
O universo conspira
No filme e no livro O segredo, Bob Proctor afirma: “Tudo o que entra em sua vida é você quem atrai, por meio das imagens que mantém em sua mente. É o que você está pensando. Você atrai para si o que estiver se passando em sua mente”. Eis, em resumo, o princípio da Lei da Atração, que, apesar de ser um termo aparentemente científico, jamais provou-se por A + B que tal lei exista, ou que o Universo “conspire” a favor dos desejos de todo o ser humano, como uma espécie de “gênio da lâmpada”. Proctor, por outro lado, acredita que há um viés científico por trás dessa crença.
“As leis do universo são tão precisas que você consegue mandar alguém para a lua, constrói um avião que voa e determina o momento de uma aterrissagem com a precisão de frações de segundo”. Apesar da explicação pomposa, resta saber o que uma aterrissagem tem a ver com a força do pensamento, mas não deixa de ser uma teoria bastante motivadora e, de certa forma, útil, a quem busca um comportamento mais positivo e otimista.

4 respostas para “informe…”

  1. Sim!
    É verdade.
    Estou a ler o livro e sempre
    sempre sempre ia tentando acreditar naquilo que la dizia.
    HAvia uma força que me levava a acreditar a´té porque ao longo da minha vida vivenciava acontecimentos que eram explicadfos por essa lei!!!
    A longo da minha vida quer dizer que com 4 anos lembro-me de ter presenciado coisas que so foram explicadas HOJEE quando li o livro.

    É lindo!
    E eu comprovei.o logo hojeeee
    Comprovei que é real!
    SIM
    Agora quero ir partindo para objectivos cada vez maiores.
    =)
    Espero que dê certo
    Espero espero espero
    QUEROQUERO QUERO
    e VAI DAR CERTOOOO
    WOWWWWWWWWWWWWWWWW

  2. Eu gostei muito do texto, so que ainda tenho muitas duvidas. o CERTO ENTÃO SERIA , PENSAMENTO POSITIVO SEMPRE? So que não dá pra ser sempre 100% otimista. queria que me ajudassem a entender mais sobre essa teoria. Por favor , preciso mesmo de ajuda.

  3. ola
    o pensamento sim , sempre positivo
    mais isso é so uma etapa do secredo
    acho que lendo os textos copiados aqui podem te ajudar mais .
    pode comentar entrar em contato que tento ajudar se souber
    obrigado

  4. Olá, boa tarde.
    Entrei nesta página quase só por curiosidade e quero parabenizar o autor pelo seu conteúdo…
    Venho usando a LA há quase dois anos e não me restam dúvidas de que ela funciona mesmo. Tenho provas em minha vida que me levam a acreditar nela.
    Mas, quem não quiser acreditar não acredita…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.