Um pouquinho de cada coisa

Um pouquinho de cada coisa

Tomara que hoje seja assim:
Que o dia amanheça bonito.
Nem quente, nem frio.
Que a condução venha logo e, quando vier, que sobre um lugar pra você sentar.
Tomara que, dessa vez, o mês caiba no seu salário.
Tomara que o telefone toque com uma notícia feliz.
Tomara que a prova seja fácil.
Que o trânsito esteja livre.
Que o prato do dia seja o seu predileto.
Tomara que você reveja o seu melhor amigo.
Tomara que aquela música linda de doer toque dentro do elevador.
Tomara que alguém lembre de lhe dar os parabéns…
E que, assim, do nada, lhe tirem pra dançar.
Tomara que você ganhe um beijo.
Que ganhe um elogio.
E que seja sorteado.
Tomara que o sapato não aperte.
E que aquela velha calça lhe sirva outra vez.
Tomara que você tenha um acesso de riso, por causa de uma piada.
Tomara que os seus sonhos continuem grandes…
E que sejam muitos.
Mas que você tenha, todos os dias, um pouquinho de cada coisa.

A sua palavra tem muita força.

A sua palavra tem muita força.

Por ela, você abre caminhos.
O seu verbo plasma a vitória ou a derrota.

As palavras de otimismo fazem o seu progresso.
Fabricam o seu êxito.

As negativas destroem, de logo, o que de bom poderia
lhe acontecer. Criam adversários, tolhem oportunidades,
geram doenças, trazem obstáculos à sua vida.

Construa uma vida boa. Use a palavra que constrói.
Manifeste saúde. Diga: tenho paz, sou feliz.

A palavra bem utilizada é senda da felicidade.

lei é magica

Existe algo mágico que sempre nos leva ao lugar onde devemos estar.
Os encontros em nossas vidas são preparados muito antes de dizermos olá,
e completados muito antes de dizermos adeus!
Existe algo mágico que sempre nos leva ao lugar onde devemos estar.

O Poder Pessoal é inacreditável!

O Poder Pessoal é inacreditável!

Há algum tempo venho olhando pra mim “do lado
de fora”. É como se me visse em uma tela 3D, sabe? Observando sem,
entretanto, deixar de viver.

Desde que decidi mudar, muita coisa positiva tem acontecido, e
vale ressaltar que absolutamente nada caiu do céu. Finalmente compreendo o significado da máxima “TUDO É RESULTADO”.

O 2º Semestre de 2009 foi frenético:

Em Julho saí de um processo depressivo. Mudei toda a minha casa
e, consequentemente sua energia. Avisei aos que comigo conviviam: “vocês verão alguém que acho que nunca fui”… é como se soubesse, meio sem
querer, que seria diferente, mas não sabia ao certo o quanto, nem como.
Hoje sei que nem sabia direito o que falava, mas so sentimento de que
seria irreversível era real.

Em Agosto voltei a trabalhar, depois de “longo e tenebroso
inverno”. Em algo que nunca havia feito, que não me impunha concorrência nem grandes desafios. Em contrapartida, proporcionava- me provisão
financeira, tempo e possibilidade de APRENDIZADO. Era apenas uma
questão de perspectiva: Aprendi a domar meu Ego, servindo.

Setembro chegou com uma certeza: nada mais será como antes… o morno e o estável tem de ser banido. Foi selado por mim, ainda que a
contragosto, o fim de uma relação amorosa. Foi travada a luta razão x emoção. A razão prevaleceu, a certeza de que o fim era inevitável foi
mais forte. O tempo é um
excelente remédio. Em um
mês e meio a dor cessou. Mais uma vez domei meu ego, que se dizia
dependente de um amor para ser feliz.

Em Outubro comecei um tratamento: ortomolecular aliado aos
Florais de Bach no Clube da Dieta. Como consequencia, livrei-me das anfetaminas e dos
antidepressivos, velhos companheiros. na luta contra o excesso de peso.
Retomo o
equilíbrio na marra, descubro o poder do autocontrole. Hoje fnjo não
perceber que sou cerceada por um animal à espreita: as crises de
abstinência amorosa e química. Entretando, estas ficaram, e ficarão
eternamente, à margem.

Turbilhões de pensamentos brotaram. Surgiram novas perspectivas e uma incontrolável necessidade de autoconhecimento e preparação. Para o
quê? Não faço a minima idéia, mas preciso ser melhor do que era ontem.
Começa um
movimento de estudo, investimento em mim.

Chega Novembro. Começo a colher os frutos das mudanças iniciais. Faço reinvestimentos.
Inicio o Pilates e a Acupuntura. Declaro
Guerra à compulsão alimentar. Mantenho o peso estável. Decido parar de
fumar e mantenho-me em equilíbrio.

Dezembro: concluo estudos sobre Mapas Natais. Dou início à
divulgação do trabalho com os Mapas Natais. Redescubro o Tarot como a
linguagem do Universo para comigo.
Consolidam-se
relações pessoais e profissionais, em alto nível energético.

Sinto que este é apenas o princípio de uma longa e incrível
jornada. Sinto-me engatinhando. Sei que a cada dia que passa as
experiências e a necessidade de sabedoria me capacitam a ser mais.

Uma certeza me acompanha: a de que o meu Melhor ainda está por
vir.

O Desejo

“Foque sua atenção no que você estiver sentindo agora.

Sinta o desejo por estar vivo, o desejo por amor e alegria, o desejo de criar algo maravilhoso para compartilhar com todos a sua volta.

A maior missão que lhe foi dada é se fazer feliz e compartilhar seu amor e sua alegria”

Sábio

“Você não precisa acumular conhecimento para se tornar sábio, qualquer um pode se tornar sábio. Quando você se torna sábio, você respeita seu corpo, respeita sua mente, e respeita sua alma. Quando você se torna sábio, sua vida é regulada por seu coração, não por sua cabeça.”
(Don Miguel Ruiz)

Visão limitada, ou nao!

Desde sempre
gostei de dirigir. Adoro pegar a estrada, assumir o volante e lidar com
sensações de poder, de controle e, principalmente, de alegria. Eu,
sozinha, ouvindo minhas músicas favoritas na estrada, um mar de asfalto à frente. È noite. Faróis acesos. Vislumbro apenas cerca de 60 metros
adiante. Pensamentos fluindo.
A visao noturna que parece limitada pelo
alcance dos faróis, abriu um portal que proporcionou revelações simples, mas que hoje vejo a diferença que podem fazer.
Abstraí de
medos e inseguranças projetados pela realidade nas estradas: má
conservação, motoristas imprudentes, violência urbana e enfoquei no
vislumbre de preciosas lições que me remetem a trajetória da evolução
espiritual.
– Definir o objetivo final, o destino, sem, entretanto,
desprezar os sinais ao longo do percurso.
– Fazer a
manutenção adequada das ferramentas que dispõe para extrair o máximo de
suas potencialidades e não ser pego de surpresa.

Autodisciplina: seguindo as indicações, obedecendo os critérios
pré-estabelecidos, diminuem-se os riscos e alcançam-se os melhores
resultados.- A
jornada é individual – o livre arbítrio nos permite escolher vários
caminhos, ainda que seja para chegar no mesmo lugar.

– Enxergar
apenas o suficiente para seguir em segurança, concentrando força e
atenção no que é necessário, no momento AGORA.
– Chegar é
recompensador, mas quanta riqueza se pode adquirir ao longo do caminho.

Na simplicidade que vemos a profundidade da vida.